Uma porta de esperança

Corredores lotados, corpos vivos no chão
Sofrendo de dores, em diversos setores
Gritando, gemendo, clamando solução.

Difícil de ver e não se emocionar
Pessoas lutando para viver
Esperando voltar para o seu lar.

Profissionais sensatos dividem espaço com os debochados
Uns que amam o que fazem e nos atendem bem
Outros olham para a situação e fazem pouco caso.

Casos diferentes, pessoas diferentes
Mas a luta é pelo mesmo objetivo
A mesma luta diária pela cura e pela vida.

Rever a família e os parentes
Voltar do poço de sofrimento onde se ouvia ranger de dentes
Onde chegavam acidentados sãos e saíam deficientes.

Não importava se eram ímpios ou se eram crentes
Mas todos olhavam pela porta, uma pequena chance
Porém, a vida continua pela frente.

Comentários